Header Ads

LIVRES se assume de esquerda e choca um total de zero pessoas

Com este titulo emprestado da postagem feita pelo Guilherme Rengel, inicio aqui mais uma vez um duro ataque contra aqueles que se dizem livres, mas têm o rabo mais preso que o Aécio Neves.


Desde quando ainda fazia parte do movimento Livres, ainda dentro do PSL, venho denunciando estes falsos liberais por conta de seu esquerdismo não muito enrustido. A meu ver o maior problema com o grupo é o fato de que, uma vez travestidos de liberais, eles estão prestando um enorme desserviço para todos nós. Além de servirem de saco de pancadas nas mãos de todo e qualquer direitista que se preze, o movimento também se prostitui para ganhar afagos de esquerdistas - e os afagos nunca chegam.

Já escrevi a respeito disso e, portanto, não há nada de muito novo a ser dito. A questão é que agora o movimento já não está mais tão focado em esconder essa atividade nefasta e começou a se assumir "progressista".



É uma forma bem carregada de eufemismos para se dizer que é, na realidade, um esquerdista frouxo. Ademais, não era bem essa a explicação do grupo na época em que disseram o motivo por escolherem a cor roxa. 

Progressista é um termo fofinho utilizado para se referir a pessoas como Marcelo Freixo. Causas sociais, luta por direitos humanos, se dizer contra o racismo, o machismo e a homofobia, entre outras coisas mais ou menos relevantes, é o que dá a alguém sua carteirinha de progressista. A realidade, no entanto, é um tanto mais difícil de engolir.

O que é um progressista de verdade? É alguém que, usando de pretextos e bandeiras originalmente liberais, na realidade quer promover o socialismo e, por consequência, a ditadura e o genocídio. Quando a turma do Livres resolveu dialogar com este lado nada disso era novidade. Já se sabe o que é um progressista há muito tempo. O caso é que alguns liberais ainda vivem no fantástico mundo de Bob, e não é o Bob Fields. 

Qual é o pretexto para que alguém que se diz liberal queira ter uma aproximação com "grupos progressistas"? O pretexto é o de que estes grupos seriam compostos por pessoas que, bem intencionadas, acabam ainda assim promovendo o socialismo por mera ingenuidade. Essa aposta é comum no meio liberal, mas tem se tornado cada vez mais difícil.

A verdade nua e crua é que progressistas são em geral até piores do que os comunistas assumidos. Um comunista que se diz comunista ao menos admite, perante todos, que é um infeliz miserável. Um progressista é pior porque ele tenta se passar por alguém decente. Ele diz que para defender os negros do racismo, só o socialismo. Para permitir liberdade às mulheres, idem. Para que os gays não morram para a homofobia, socialismo também é a resposta. Entretanto a única pergunta para a qual o socialismo é a resposta é a seguinte: "Como você quer que seja a sua ditadura?"

É por isso que estes vermes do Livres, em minha humilde opinião, estão mais do que apenas fazendo papel de otário diante de uma esquerda radical, raivosa e violenta. Eles estão abrindo espaço para que os radicais defensores de genocídio embarquem. No fundo eles querem trazer gente desprezível para dentro do movimento liberal, uma vez que o próprio Livres já é comandado em sua maioria por pilantras mal sucedidos.

A nossa sorte é que a incompetência política ainda faz parte do movimento. Se eles fossem espertos estaríamos ferrados na mão dessa gente.

Tecnologia do Blogger.