Header Ads

Gleisi vai tomar processo por chamar Hang de nazista. Que sirva de exemplo!

Saiu no Antagonista que o Ministério Público Federal no Paraná pediu à Polícia Federal instauração de inquérito sobre ofensas da presidente do PT, Gleisi Hoffmann, a Luciano Hang, o dono da Havan, que apoiou abertamente a campanha de Bolsonaro.


Em outubro, durante a campanha eleitoral, a desvairada chamou Hang de canalha e de nazista. Agora ela irá tomar processo. Para efeito de informação é sempre bom saber que já existe jurisprudência para casos como este. Recentemente um esquerdista também perdeu processo após ter chamado outro de fascista. 

O nazismo é considerado crime na maioria dos países ocidentais. Se você for suspeito de fazer apologia a esta ideologia assassina, é bem possível que venha a ter problemas com a Justiça. No Brasil também é assim. A apologia ao nazismo é considerada crime grave, e justamente por isso é também muito grave acusar alguém de praticar o nazismo, especialmente se a acusação for falsa.

No entanto, como já se sabe, rotular qualquer pessoa de direita como nazista ou fascista se tornou corriqueiro. No desespero por terem perdido o poder, esquerdistas usam esse expediente sem receio algum. Eles nos rotulam dessa forma, nos comparando a pessoas que apoiam genocídio, porque na realidade precisam tirar de si mesmos o estigma do comunismo, que é em resumo um regime ditatorial e sanguinário tanto quanto o próprio nazismo.

Casos como esse podem e devem servir de exemplo. Toda vez que alguém da direita for atacado publicamente com estes rótulos cabe um processo. E como já existe jurisprudência, há boas chances de vitória.

É importante entender que se trata de um jogo sujo. Esquerdistas em geral processam pessoas de direita por qualquer mínimo deslize, muitas vezes até por banalidades. Há diversos casos de blogueiros, youtubers ou comediantes que acabaram se incomodando com a Justiça em virtude dessa estratégia de assédio jurídico. Por isso é importante revidar.

O Brasil pode até ser um país cheio de pilantras no poder, mas ainda é uma democracia constitucional sólida. Se a lei pode ser usada para nos perseguir, também pode ser usada para nos proteger.
Tecnologia do Blogger.